O Estado Islâmico e as olimpíadas

O Estado Islâmico (ou ISIS) é, atualmente, o maior grupo terrorista de que se tem conhecimento, com uma grande fortuna, e apoio em grande parte do mundo. Recentemente o grupo vem realizando ataques em massa por todo o planeta, principalmente na Europa. Países como Bélgica e França já foram palcos de tragédias horrendas por mais de uma vez, e a autoria é sempre a mesma. Mas é claro que um grupo tão grande não se limita a apenas um continente, e essa afirmação foi confirmada pela Abin, Agência Brasileira de Inteligência, em abril deste ano, onde um terrorista alerta: “Brasil, vocês são nosso próximo alvo”.
E como todos esperam, o país será palco do maior evento poliesportivo do mundo, ou simplesmente as olimpíadas e paralimpíadas, que acontecerão na cidade do Rio de Janeiro, de agosto a setembro deste ano. E o maior medo de toda a população, bem como dos turistas que vêm para o país, é o de possíveis ataques terroristas nesta época, já que delegações de todo o mundo estarão presentes, seja para competir ou simplesmente assistir os jogos.
A segurança no país já foi reforçada, e o atual governo já está simulando ataques terroristas para treinar os militares que farão parte da segurança. Os aeroportos também estão se preparando, e várias novas medidas de segurança estão sendo tomadas. Tranquilizar a sociedade seria uma atitude irresponsável, e pelo que se vê o governo têm ciência disso, melhor um país preparado para o pior do que simplesmente contar com a sorte.
E é claro que não se deve esquecer das últimas prisões preventivas feitas no país, de pessoas que praticaram apologia ao terrorismo nas redes sociais.
Recentemente o Estado Islâmico chegou a divulgar uma cartilha com dicas de como atacar o Rio de Janeiro durante as olimpíadas. Nessa cartilha eles destacam as “fronteiras abertas” que o país possui, principalmente a que fica no estado do Mato Grosso do Sul, que faz divisa com o Paraguai, país ondes eles acreditam ser mais fácil conseguir armas de forma ilícita. Eles também consideram o uso de drones com explosivos, acidentes de trânsito e envenenamento como forma de atacar o país, além de aconselhar os “lobos solitários” a se aproveitarem das favelas da cidade sede das olimpíadas, já que nestes locais o índice de criminalidade é maior.
Apesar de todos os riscos e ameaças muitos acreditam que a chance de um ataque terrorista é baixíssima, mas de qualquer forma o governo reforçou a segurança do estado do Rio. Os últimos testes e treinamentos já estão sendo feitos e todos esperam que esta seja uma olimpíada para ficar na história do país, mas é claro, da melhor forma possível.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s